Um passeio pela Índia sem sair de casa.

 

Nossa história começou em 2013, com um ano sabático que veio a mudar a vida da então advogada Giovana Calandriello (Prem Ratna).
Ratna decidiu fazer um tour na Ásia, passando pela Índia, Nepal, Tailândia, Indonésia, Camboja e Vietnã, atrás de respostas para questões pessoais.
Durante o período de reflexão, logo na primeira semana de viagem, ela se encantou com o artesanato e a filosofia de vida locais e essa admiração aumentava a cada embarque e desembarque que fazia.
E foi baseada na Índia, contemplando o trabalho minucioso, passado de geração após geração, as cores vibrantes, a diversidade de tecidos e estampas, que Ratna inspirou-se para idealizar uma marca em que pudesse compartilhar toda a riqueza cultural encontrada do outro lado do mundo.
Assim nascia a Ecletnica.
Anualmente Ratna viaja para a Índia para fazer pesquisas, desenvolvimento de produtos, garimpos e aprofundar-se nos estudos da filosofia de vida oriental.
“Todos os itens da Ecletnica são feitos à mão. Existe um ser humano por trás que levou horas para produzi-lo. Cada peça carrega a história de um país, de uma cultura, de uma família, de um tecido.”
Guiados pelo conceito “slow fashion” e questionando o consumo e a produção em massa, nosso objetivo é valorizar o trabalho dos artesãos com toda sua tradição e compartilhar sua filosofia de vida, por meio de peças exclusivas, atemporais e produzidas artesanalmente”,  conta Ratna.